DESENVOLVIMENTO DE JOGOS PARA A APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA: TECENDO REFLEXÕES SOBRE IDENTIDADE DISCENTE E INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO TECNOLÓGICO

Lidiane Luvizari-Murad

Resumo


O presente artigo relata a construção de um espaço interdisciplinar de desenvolvimento de jogos para a aprendizagem de inglês em contexto de ensino tecnológico. Esta iniciativa tem o objetivo de não apenas proporcionar papéis mais protagonistas exercidos pelos alunos em relação ao seu processo de aprender língua inglesa, mas também de fazê-lo a partir de elementos mais próximos ao seu universo de interesses e necessidades, conforme revelado por pesquisa diagnóstico e relatos pessoais.

Texto completo:

PDF

Referências


BARCELOS, A.M.F. A cultura de aprender línguas (inglês) de alunos no curso de letras. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP, Campinas, 1995.

________. Metodologia de pesquisa das crenças sobre aprendizagem de línguas: estado da arte. Revista Brasileira de Lingüística Aplicada, v.1, n.1, p.71-92, 2001.

________.Researching beliefs about SLA: A Critical Review. In: KALAJA, P.,BARCELOS, A.M.F(Orgs) Beliefs about SLA: New Research Approaches. Kluwer Academic Publishers, 2003

________. As crenças de professores a respeito das crenças sobre aprendizagem de línguas de seus alunos. In: GIMENEZ, T. (Org.) Ensinando e aprendendo inglês na universidade: formação de professores em tempos de mudança. Londrina: Abrapui, 2003, p.55-65.

________ . Teachers’ and Students’ Beliefs within a Deweyan Framework: conflict and influence. In: KALAJA, P.,BARCELOS, A.M.F (Orgs) Beliefs about SLA: New Research Approaches. Kluwer Academic Publishers, 2003

DEWEY, J. Vida e Educação. São Paulo: Nacional. 1959a.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia. 36. ed, São Paulo: Paz e Terra, 2009.

HUTCHINSON, T; WATERS, A. English for specific purposes. 19.ed. UK: Cambridge University Press, 2004.

LUVIZARI, L. H., Crenças na formação reflexiva de uma professora de inglês da rede publica. Dissertação de mestrado. Progrma de Pós graduação em Estudos Línguísticos. Universidade Estadual Paulista, São José do Rio Preto, 2007.

FARDO, M. L. A gamificação aplicada em ambientes de aprendizagem Novas Tecnologias na Educação V. 11 Nº 1, julho, 2013.

MORAN, J. M. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 5. ed. Campinas: Papirus, 2014

MORAN, J. M. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Coleção Mídias Contemporâneas. Vol. II] Carlos Alberto de Souza e Ofelia Elisa Torres Morales (orgs.). PG: Foca Foto-PROEX/UEPG, 2015.

NUNAN, D. Second Language Teacher Education. New York: Cambridge University Press, 1990.

SANTOS, R. O., Level Up: Plataforma de Apoio ao Ensino da Língua Inglesa da Fatec Rio Preto. Trabalho de Graduação em Tecnologia em Informática para Negócios. Fatec Rio Preto, 2016.

VIANNA, Y. [et al.]. Gamification, Inc : como reinventar empresas a partir de jogos — 1. Ed. – Rio de Janeiro : MJV Press, 2013.

VIEIRA-ABRAHÃO, M.H. Uma abordagem reflexiva na formação e no desenvolvimento do professor de língua estrangeira. Contexturas, v.5, p. 153-160. 2000-2001

ZEICHNER, K M..; LISTON, D. P. Reflective Teaching: an introduction. New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, Publishers, 1996.

ZEICHNER, K M. Educating reflective teachers for learner centered-education possibilities and contradictions. In: GIMENEZ, T.N. Ensinando e aprendendo inglês na universidade: formação de professores em tempos de mudanças/ XVI Encontro Nacional de professores Universitários de Língua Inglesa; organizadora: Telma Gimenez – Londrina: ABRAPUI, 2003.




ISSN 2526-4478

______________________________________________________________________________