EXPRESSÕES FORMULAICAS E COLLOCATIONS EM INGLÊS: UMA PROPOSTA DE DESCRIÇÃO POR MEIO DE ESQUEMAS DE IMAGEM

Gabrieli Damada

Resumo


Tradicionalmente, o aprendiz de uma língua busca entender um texto, palavra por palavra, para construir a interpretação. Essa postura dificulta o desenvolvimento da aprendizagem, pois todo idioma tem collocations[1]. Embora essas colocações se acomodem na mente do falante nativo naturalmente, acabam por dificultar a fluência por parte dos aprendizes de inglês. Logo, este trabalho tem como objetivo descrever algumas colocações do inglês por meio da Teoria dos Esquemas de Imagem. Pretendemos mostrar por meio das análises que o conceito de linguagem corporificada (LAKOFF; JOHNSON, 1980) contribui efetivamente para a aprendizagem do inglês. As colocações analisadas provêm de textos jornalísticos, anúncios publicitários e situações de uso. Espera-se que este trabalho ofereça subsídios para que se possa considerar o aprendizado das collocations, como um elemento importante no ensino de inglês a falantes de português.

 


[1] Entende-se por collocation combinações fixas mais usadas e preferidas em relação a outras construções.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2526-4478

____________________________________________________________________________________________________________________